domingo, 16 de setembro de 2012

Dilema


Se avexe poetinha
Não fiques a sonhar
Quem sabe esse amor
Não está a te esperar

Teu sonho é perfeito
E não, tem outro jeito
Perturba teu coração
Acelerado no peito.

Ser virtual, oxe!!
Não é problema
Torna-o real
E acaba esse dilema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário