domingo, 16 de setembro de 2012

Teus Versos

Inebriada estou
A ler 
Teus versos
Tamanha pureza
N'alma expressas

Em teu coração
Paixão, 
Sentimentos,
Amor,
Afã de um desejo
Sem pudor.

Viver 
Este encantamento
Não é tormento
É felicidade
Que no peito
Não cabe

De tão sincero
De tão profundo
Deixa-me flutuar
Feito boreal na aurora
Ao despertar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário