domingo, 16 de setembro de 2012

Teus Versos

Inebriada estou
A ler 
Teus versos
Tamanha pureza
N'alma expressas

Em teu coração
Paixão, 
Sentimentos,
Amor,
Afã de um desejo
Sem pudor.

Viver 
Este encantamento
Não é tormento
É felicidade
Que no peito
Não cabe

De tão sincero
De tão profundo
Deixa-me flutuar
Feito boreal na aurora
Ao despertar.

Fique a Vontade

No meu coração
Há salas
Pra todo lado
Pequeninas e maiores
Já está
Quase lotado

Salas de família
E de amigos
Salas de estar
E também
Pra quem chegar

Entre, faça o favor!
Acomode-se
Bem sentadinho
Sinta-se a vontade
Te recebo
Com carinho

Dilema


Se avexe poetinha
Não fiques a sonhar
Quem sabe esse amor
Não está a te esperar

Teu sonho é perfeito
E não, tem outro jeito
Perturba teu coração
Acelerado no peito.

Ser virtual, oxe!!
Não é problema
Torna-o real
E acaba esse dilema.

A Escolha

São belas as meninas
A espreita na janela
Estão a suspirar
Por um flerte
Uma piscadela

Corações a saltitar
Olhinhos a piscar
Mas todas querem
Um príncipe
Encontrar

Ninho pode-se armar
Com carinhos e miminhos
Mas terás que escolher
A menina
Com jeitinho.

Príncipe Galante

Ser chamada de princesa 
É de  fato elegante
Por tão nobre gesto
De um príncipe galante

A escolha é difícil
São belas as princesas
Que vivem a suspirar
Por tão nobre realeza

A beleza está na alma
Não somente na carinha
Te desejo muita sorte
Na escolha da rainha.

sábado, 15 de setembro de 2012

Tempinho


Te descrever
É meu desafio
Te conhecer 
Meu Deus !!!
Sinto arrepios

Menino lindo
Te peço um tempinho
Quero você
No meu caminho

E assim sendo
Viverás por lá
Como criança
No meu coração 
A brincar

                                             Monicalima   08/12

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Amor Infinito


Como encantado
És infinitamente
Amado e desejado 
Assim  te tenho
E te possuo
Envolto em brumas 
Meu doce e grande amor

As retas de teu corpo
Me levam ao infinito
Em teus braços
Meu corpo enebriado
Cai.
És meu sonho acordado
Que será guardado
Com paixão e fervor.

Monicalima 09/12